Curso oferece ferramentas aos cristãos que atuam em conselhos locais de Políticas Públicas

Curso oferece ferramentas aos cristãos que atuam em conselhos locais de Políticas Públicas

Curso de capacitação de conselheiros de políticas públicas. Foto: Comunicação CNBB

Uma parceria entre a Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Sociotransformadora da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o Centro Nacional de Fé e Política Dom Helder Câmara (Cefep), Instituto Agostin Castejon (IAC), a União Marista do Brasil (Umbrasil), o Conselho Nacional do Laicato (CNLB) e a Rede Eclesial Pan Amazônica (REPAM) criou o Curso de Capacitação para Conselheiros e Conselheiras de Políticas Públicas, cuja primeira turma encontra-se em formação no Centro Cultural Missionário em Brasília de 12 a 13 de fevereiro.

Especialistas, como o médico André Luiz de Oliveira, de Uberlândia (MG), que representa a Pastoral da Saúde e a CNBB no Conselho Nacional de Saúde, vão aprofundar diferentes temas com os participantes. O médico aprofundou com o grupo as noções básicas do ciclo orçamentário das políticas públicas.

Nos três dias de encontro, o grupo está aprofundando os seguintes temas: fundamentos da Fé e Política a partir da Doutrina Social da Igreja, os direitos humanos e sociais no arcabouço jurídico e político brasileiro, os desafios da esfera pública para o cristão conselheiro de direito, a crise de sistema representantivo e o fortalecimento da democracia representativa e os mecanismos de democracia participativa.

Paulo Henrique Pereira Farias representa a Igreja Católica no Conselho Distrital da Criança e do Adolescente em Brasília (DF). Segundo ele, o curso é oportuno por conta da conjuntura política de enfraquecimento da participação social nas políticas públicas. “O curso dá mais subsídios e ferramentas para gente em nossa atuação como cristãos nestes espaços”. Um dos aspectos que ele destaca é maior conhecimento do ciclo orçamentário.

Participam da atividade um grupo de 25 conselheiros e conselheiras do Brasil de 8 regionais da CNBB, indicados por seus respectivos bispos, que representam a Igreja católica em diferentes esferas públicas em municípios e estados.

De acordo com o padre Paulo Adolfo, diretor do Cefep, em função da realização do curso neste início do ano, a adesão foi um pouco abaixo do esperado. Contudo, ele ressalta que a qualidade dos participantes é muito boa. “A maioria tem envolvimento nos conselhos e tem participado ativamente”, disse.

O diretor do Cefep informa que a metodologia do curso prevê um processo de multiplicação dos conteúdos nas dioceses e nos regionais. “Vamos combinar com os participantes uma forma de continuar esta capacitação, incluindo modalidade de Educação à Distância (Ead) e outras presenciais nos regionais, com o horizonte de que eles sejam multiplicadores na base”, disse.

Esta ação surgiu como um legado do Ano Nacional do Laicato, celebrado na Igreja no Brasil, e e como gesto concreto da Campanha da Fraternidade de 2019, cujo tema foi políticas públicas. A 2ª turma, para a qual existem 120 vagas, acontece de 1º a 3 de abril deste ano.

Contato para as inscrições:
Falar com Francine Junqueira – Fone/whatsap (61) 9 9518-3697

 

fonte: https://www.cnbb.org.br/curso-oferece-ferramentas-aos-cristaos-que-atuam-em-conselhos-locais-de-politicas-publicas/

CopyLeft Sapiens. 2019 Brasil