Antes tarde do que nunca: Pizzolato Inocente!

cpmi

 

Antes tarde do que nunca, fica provada a inocência de Henrique Pizzolato, cruel e covardemente condenado por desvio de dinheiro público de um recurso que não era do Banco do Brasil. A nota de Nilmário Miranda, publicada em sua página no Facebook, expressa o tamanho da injustiça cometida contra um inocente

Antes tarde do que nunca: a verdade sobre a injusta e cruel perseguição judicial a Henrique Pizzolato. O laudo contábil do perito judicial Fernando Guarany provou que o dinheiro que gerou a sentença não era do Banco do Brasil ( o fundo do Visanet).
 
Pizzolato não tinha poder sobre o uso desse fundo. E mais: o dinheiro do Fundo do Visanet foi usado para seu fim, ações de marketing. O PGR Antônio Fernando sabia disso e ocultou. O ministro Joaquim Barbosa sabia da verdade e ocultou. Esconderam provas!
 
O mais grave é que já estava demonstrado tudo isso em 2006.Pizzolato foi condenado por desvio de dinheiro público mesmo assim. A 12 anos e sete meses. Saiu do país para a Itália, foi preso e extraditado. Teve sua vida, carreira, honra destruídas.
 
Tenho poucos arrependimentos na vida. Um deles foi ter opinado e apoiado a indicação de Joaquim Barbosa para o STF, o primeiro negro, de família pobre de Paracatu…
 
 
O Instituto Sapiens Brasil está em processo de criação,
este portal é experimental com finalidade de teste entre os membros e membras
do grupo de voluntários que está criando o projeto e tem caráter privado restrito ao grupo de testagem
CopyLeft Sapiens Brasil